domingo, 25 de junho de 2006

Solidão matinal...

Dormi muito tarde... Fui deitar umas 5h da matina. Acordei muito tarde. Uma tristeza estranha tomou conta de mim. Saudades do meu filho, do meu noivo... Às vezes, o que parece calmaria, te pega de surpresa e te arrebata. Como hoje... Eu até achei que ia ser mais animado, meu dia. Enganei-me. Bem, até agora nada aconteceu, mas ainda pode acontecer.


Ontem à noite, me dei conta de como podemos ser ingênuos quando o assunto é amizade. Uma garota, que se considerava muito fiel e amiga e companheira, me sacaneou pra caramba nos últimos dias... A gente acaba perdendo a fé no ser humano... Fiquei muito mal... Eu não estava mesmo precisando disso na minha vida!!!


Hoje temos a VII Parada pela Diversidade Sexual. Eu vou!!!

3 comentários:

Mil disse...

A VII Parada Gay foi boa demais. Eu subi em trio elétrico, dancei... Fazia muito tempo que eu não me divertia tanto... Foi show!

Luana Camará disse...

"Sabemos que conheces o frio e a solidão à margem das estradas quando a noite é tão escura, quando a lua morreu, quando existe um deserto de negro à margem das estradas. Olha para dentro de ti e encontrar-nos-ás. Olha para o céu, depois para as nuvens, e encontrar-nos ás. Nunca poderás esconder-te de nós. Esse é preço de caminhares sobre a terra onde, um dia, entrarás para sempre. As últimas pás de terra a cobrirem-te serão as nossas pálpebras a fecharem-se. Só então poderás descansar."

Luana Camará.

Luana Camará disse...

Viver é uma das coisas mais raras do mundo...algumas pessoas só existem.

Luana Camará.

 
;